ESCOLHA, PAGUE E RECEBA SEU PEDIDO SEM SAIR DE CASA

GÊNERO: Ciências políticas

FORMATO: 14x21 | ANO: 2019

PES0:  269 gr           

PÁGINAS: 176 | Offset 75 gr

                 

A ideia lançada no 7º Congresso da Internacional Comunista, da unidade de interesses de todo o povo na luta contra o imperialismo, o fascismo e a guerra, fez um longo caminho, semeando esperanças e derrotas, das Frentes Populares em Espanha e França às Democracias Populares do Leste; da Unidade Popular no Chile ao 25 de abril em Portugal. É hora de questionar as ideais de Dimitrov à luz do marxismo. O abandono pela classe operária da plataforma política própria que lhe fora dada por Lenin e pela revolução russa serve ao povo ou ao imperialismo? É uma necessidade do mundo moderno ou resulta da pressão pequeno-burguesa para afogar a revolução proletária? A crítica ao centrismo, como forma original do oportunismo do século XX e da nossa época, é o tema deste trabalho, que tenta uma nova avaliação de Dimitrov, Stálin, Mao, Bukharin... Para chegar a uma velha conclusão, há muito esquecida: se a classe operária não puder contar consigo própria, não poderá contar com mais ninguém."

Anti Dimitrov - Franscisco M Rodrigues

R$20,00
Anti Dimitrov - Franscisco M Rodrigues R$20,00
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$299,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$299,00

  • Na Figueredo Avenida Gentil Bittencourt, 449, Belém, Pa - Atendimento de segunda à sexta das 10:00 às 19:00

    Grátis

GÊNERO: Ciências políticas

FORMATO: 14x21 | ANO: 2019

PES0:  269 gr           

PÁGINAS: 176 | Offset 75 gr

                 

A ideia lançada no 7º Congresso da Internacional Comunista, da unidade de interesses de todo o povo na luta contra o imperialismo, o fascismo e a guerra, fez um longo caminho, semeando esperanças e derrotas, das Frentes Populares em Espanha e França às Democracias Populares do Leste; da Unidade Popular no Chile ao 25 de abril em Portugal. É hora de questionar as ideais de Dimitrov à luz do marxismo. O abandono pela classe operária da plataforma política própria que lhe fora dada por Lenin e pela revolução russa serve ao povo ou ao imperialismo? É uma necessidade do mundo moderno ou resulta da pressão pequeno-burguesa para afogar a revolução proletária? A crítica ao centrismo, como forma original do oportunismo do século XX e da nossa época, é o tema deste trabalho, que tenta uma nova avaliação de Dimitrov, Stálin, Mao, Bukharin... Para chegar a uma velha conclusão, há muito esquecida: se a classe operária não puder contar consigo própria, não poderá contar com mais ninguém."